Transição Socialista
   

Gol Linhas Aéreas marca mais um gol contra seus trabalhadores

O Corneta

O Corneta vem recebendo muitas denúncias contra a Gol Linhas Aéreas, vindas de todo o país. É problema de pagamento durante a pandemia, e funcionário precisando usar o convênio e tendo que tirar do bolso, é imposição de cortes, de planos de demissão voluntária, enfim, a empresa só marcando gol contra aqueles que garantem os grandes lucros da empresa mesmo durante a pandemia: os trabalhadores. Além de tudo isso, também recebemos outras queixas dos trabalhadores da empresa: os sindicatos não fazem nada! O que infelizmente não é novidade pra maioria das categorias do país. A empresa já empurrou goela abaixo dos trabalhadores de diversas cidades do país suas vontades, reduzindo salários e benefícios da rapaziada, fingindo estar disposta a dialogar e utilizando a mediação do sindicato. Em Guarulhos os trabalhadores por meio de votação decidiram não aceitar o que a empresa quer impor, e a resposta da empresa foi comunicar por meio de uma carta que reduzirá a força de trabalho no local, ou seja: vocês não aceitaram nossa porrada, então serão expulsos de campo, serão demitidos! A seguir, reproduzimos parte do depoimento de um companheiro:

Então, diante de todas essas atrocidades e desmandos que a empresa tem feito, ela me manda uma carta como essa pro pessoal da base de Guarulhos, da Gol. É mostrando como o acordo deve ser aceito, praticamente impondo, praticamente não, escancarado. Ela tá impondo, né? Que os trabalhadores aceitem o detrimento dos seus empregos, dos seus postos de trabalho. Então, nesse caso, ela é bem clara, nos últimos parágrafos diz, se você não aceitar, infelizmente, segundo o acordo coletivo de trabalho, nós vamos ter que demitir, começar o processo de demissão na base, né? Então, a votação lá foi bastante expressiva para o não, porque o acordo é um absurdo! Então eles votaram sessenta por cento de não. Guarulhos foi a única base que realmente votou não, votou contra essa imposição, e a empresa tá fazendo ameaças de colocar na rua. Então isso é um absurdo, isso tem que ser denunciado, tá? Você colocar uma opção pro trabalhador optar, se aquilo é bom pra ele ou não, ele optar o que é melhor, não aceitar, porque é um absurdo mesmo a proposta, e a empresa vai lá retaliar, porque eu entendo dessa forma, que ela tá fazendo retaliação, como quem diz: então, se você não aceita o acordo, infelizmente nós vamos ter que começar a demitir! Pra todos os funcionários do Brasil prometendo que não haveria demissões de jeito nenhum, segundo o acordo, né? Então, quer dizer, uma mentira deslavada que mais uma vez deixa a gente vulnerável, enfraquecido, entendeu?

E os sindicatos ficam apáticos e não resolvem. Sindicatos fragmentados estaduais, separados, como é na nossa categoria, não dá certo, cada Estado tem o seu. O que eles tão pensando é só em fazer número de trabalhadores associados com objetivo de encher os cofres do sindicato. Eles não tão pensando em encher de trabalhadores pra uma luta, pra um enfrentamento, pra uma cobrança junto aos patrões, pra melhores condições trabalhistas, entendeu? Eles não tão pensando nisso.