Transição Socialista
   

Argentina


27.07.2020 - Uncategorized

Entrevista: a situação dos entregadores de aplicativo na Argentina

No dia primeiro de julho, entregadores de diversas cidades do Brasil paralisaram para enfrentar as condições de trabalho precárias impostas pelas empresas de aplicativo. Esse movimento não é isolado: trabalhadores ao redor do mundo vêm se organizando para lutar contra a exploração, e já haviam puxado paralisações em outros países, como México, Chile, Costa Rica.

Como parte do esforço de apoio da mobilização, a TS entrevistou Maxi, entregador argentino organizado na FIT. Ainda que mantenhamos certa diferença com esses companheiros, mormente a respeito da forma de reivindicação salarial e defesa do emprego[1], aproveitamos a nova paralisação do último dia 25 para divulgar o texto da entrevista, pois o avanço da luta é de interesse de todos nós trabalhadores.


01.05.2020 - Conjuntura Editoriais

1º maio: erguer alto a bandeira do socialismo!

Veja a saudação da Transição Socialista ao Primeiro de Maio da organização Razón y Revolución (Argentina)


30.01.2020 - Conjuntura Editoriais

Congresso socialista na Argentina

Reproduzimos convocatória da I Jornada Internacional “A esquerda ante a crise mundial”, iniciativa dos companheiros argentinos da Razón y Revolución. Trata-se de evento voltado à praxis revolucionária, ou seja, à discussão para intervenção socialista no presente.


14.11.2019 - Produções teóricas

História da classe trabalhadora: a dualidade de poder

Nesse mês de outubro e no começo de novembro, sob o influxo das lutas que estão acontecendo agora, a TS vai produzir uma série de postagens sobre a dualidade de poder, isto é, sobre o processo de constituição de um poder paralelo pelos trabalhadores, contraposto ao poder oficial do Estado burguês, com as formas de luta e as formas organizativas forjadas pelos próprios trabalhadores na luta pela sua emancipação. Lembrar o passado, para nós, tem um propósito político muito claro: nos armar para as lutas do presente!


03.11.2019 - Conjuntura Editoriais

Balanço da eleição presidencial argentina

Os peronistas voltaram ao poder porque: 1. não há partido de esquerda na Argentina; 2. souberam trabalhar as contradições de Macri. A “esquerda” de oposição ao peronismo faliu historicamente, e o bonapartismo se apresenta como bombeiro do continente


17.09.2019 - Editorial O Corneta O Corneta

BRASIL SEM RUMO

O resto do mundo já dá sinais de nova tempestade econômica. Isso porque aqui, no Brasil, nós mal saímos de um ciclo de demissões, rebaixamento de salários, calotes e quebradeira nas fábricas. A marolinha de Lula era uma onda gigante. A barragem rompeu em 2014 e continua afogando o peão! […]


16.08.2019 - Conjuntura Editoriais

Balanço das eleições primárias argentinas

A eleição primária argentina tem grande importância para toda a AL. Não porque indica um “retorno da esquerda” ao poder. Cristina é a mesma coisa que Macri. Mas sim porque indica o fortalecimento dos oportunistas que controlam a classe operária fingindo ser de esquerda. Ou seja: indica que a esquerda revolucionária segue impotente no continente.


07.08.2019 - Conjuntura Editoriais

Aonde vai a esquerda argentina?

Aproveitamos o ensejo das eleições primárias na Argentina (próximo dia 11), para publicar um texto dos companheiros da organização política argentina Razón y Revolución. O texto, longe de esclarecer apenas sobre a situação argentina, permite muitas analogias com a atuação da “esquerda” no Brasil.


30.04.2019 - Conjuntura Editoriais

Saudação ao 1º de maio da Razón y Revolución (Argentina)

Saudação ao ato operário, socialista e internacionalista na Argentina, no dia em que o resto da “esquerda”, devido às suas preocupações eleitoreiras, estará em casa, acatando as ordens da burocracia sindical e deixando as avenidas abertas para a burguesia.


28.02.2019 - Chão de fábrica O Corneta Textos O Corneta

Lição da Cinpal Argentina à Bardella

Em 2016, a planta argentina da Cinpal foi ocupada por seus operários. A empresa dava calote e ameaçava fechar. Os trabalhadores ocuparam a fábrica e fizeram piquetes bloqueando ruas para garantir que recebessem. O sindicato local traiu a confiança dos trabalhadores e desmobilizou chamando pelo fim dos piquetes. Sem a […]