Transição Socialista
   

eleições


20.11.2019 - Conjuntura Editoriais

PSTU e esquerda do PSOL capitulam na crise boliviana

PSTU e CST-PSOL capitularam na crise boliviana, dando declarações duplas ou contraditórias. Na prática, terminaram apoiando o setor capitalista de Evo, amplamente odiado pela população trabalhadora. O fato é um alarme para a vanguarda da classe trabalhadora brasileira.


18.11.2019 - Conjuntura Editoriais

Bolívia: preparar a tomada do poder pela COB

A social-democracia e o stalinismo populista de Maduro, Kirchner, Ortega, López Obrador, o castro-chavismo em geral e seus seguidores pseudo-trotskistas em nível mundial, teimam em dizer que há um golpe de Estado na Bolívia. Essa política não faz outra coisa senão capitular ao pró-imperialista Evo Morales, uma das variantes da burguesia.


10.11.2019 - Conjuntura Editoriais Uncategorized

Sobre a insurreição na Bolívia

Evo tentou dar um golpe e se deu mal, desatando uma revolta social incontrolável. O exército e a polícia não reprimiram porque temeram lançar o país numa guerra civil. Evo caiu sem apoio. O evento comprova a completa falência da dita “esquerda” do continente, amarrada ao assassino Evo até o fim.


23.10.2019 - Conjuntura Editoriais

Relato: instabilidade na Bolívia após eleição

Bolivianos votaram contra Evo, para evitar a instauração de uma eventual ditadura burguesa. Mas são conscientes de que a oposição não mudará as condições de vida da maioria.


16.08.2019 - Conjuntura Editoriais

Balanço das eleições primárias argentinas

A eleição primária argentina tem grande importância para toda a AL. Não porque indica um “retorno da esquerda” ao poder. Cristina é a mesma coisa que Macri. Mas sim porque indica o fortalecimento dos oportunistas que controlam a classe operária fingindo ser de esquerda. Ou seja: indica que a esquerda revolucionária segue impotente no continente.


10.10.2018 - Conjuntura Editoriais

Balanço do primeiro turno das eleições

Todos os partidos importantes do regime democrático-burguês, composto desde meados da década de 1980, foram atropelados pela onda antipetista. Mas, lamentavelmente, também a chamada esquerda, PSOL e PSTU, sofreu nesse processo.


08.09.2018 - Conjuntura Editoriais

A facada em Bolsonaro e a tática na eleição

Bolsonaro colhe o que plantou. Mas o fascistoide usará o fato para se fortalecer nas eleições e se garantir no segundo turno. Diante de um real risco Bolsonaro nas eleições, qual deve ser a tática dos revolucionários?


22.08.2018 - Conjuntura Editoriais

Quer acabar com Bolsonaro? Acabe com Lula!

O que mais alimenta a candidatura de Bolsonaro é o “risco Lula”. Mas, para piorar, Lula, depois de Bolsonaro, é o candidato mais rejeitado. Ou seja, no segundo turno entre Bolsonaro e algum poste de Lula (Haddad), a chance de Bolsonaro vencer cresce.


08.04.2018 - Conjuntura Editoriais

Lula, vai tarde! Agora é fim do foro e fora Temer!

Adeus, Lula! As chances de se reerguer e se tornar candidato são agora mais e mais remotas, a não ser que estoure, entre agora e a eleição do final do ano, alguma grande movimentação da classe trabalhadora, e a burguesia se veja obrigada a usar mais uma vez os serviços […]