Transição Socialista
   

eleições


19.10.2020 - Editoriais

O papel dos comunistas nestas eleições

As eleições municipais acontecerão sob o signo da crise: sanitária, política e, sobretudo, econômica, que arrasta milhares de trabalhadores para o desemprego e para a miséria. Nessas circunstâncias, qual papel cabe aos revolucionários nestas eleições? Defender essencialmente as mesmas propostas que os oportunistas, ou apontar um novo caminho?


11.10.2020 - Editoriais Produções teóricas

Crítica ao programa eleitoral do PSTU – parte 3

Esta é a terceira e última parte da crítica às posições eleitorais apresentadas pelo PSTU nestas eleições. Nesta parte do texto buscamos mostrar como a concepção de longo prazo do PSTU, propriamente estatista, contraria as posições dos clássicos do marxismo sobre o Estado.


11.10.2020 - Editoriais Produções teóricas

Crítica ao programa eleitoral do PSTU – parte 2

Esta é a segunda parte do texto de crítica ao programa eleitoral apresentado pelo PSTU nestas eleições. Nesta segunda parte, trataremos detalhadamente das propostas de curto prazo apresentadas pelo PSTU para uma “gestão socialista”


11.10.2020 - Editoriais Produções teóricas

Crítica ao programa eleitoral do PSTU – parte 1

O Partido Socialista dos Trabalhadores Unificados (PSTU) lançou há poucos dias dois materiais para orientar suas campanhas eleitorais municipais.Comentaremos detalhadamente as posições aí apresentadas e buscaremos demonstrar como são contrárias às formulações clássicas do marxismo. Como a crítica necessita ser detalhada, a dividiremos em três partes. A primeira, agora publicada, trata de concepções mais gerais, sobre estratégia comunista.


27.07.2020 - Conjuntura Editoriais

Saiam do PSOL!

As prévias do PSOL confirmaram o que anunciamos em 2018: com Boulos se cristalizou o rumo ao oportunismo e à lógica parlamentar-petista. Os lutadores honestos deveriam sair do PSOL, em vez de dar cobertura de esquerda ao oportunismo. Chamamos os lutadores à discussão por uma nova organização política nacional.


20.11.2019 - Conjuntura Editoriais

PSTU e esquerda do PSOL capitulam na crise boliviana

PSTU e CST-PSOL capitularam na crise boliviana, dando declarações duplas ou contraditórias. Na prática, terminaram apoiando o setor capitalista de Evo, amplamente odiado pela população trabalhadora. O fato é um alarme para a vanguarda da classe trabalhadora brasileira.


18.11.2019 - Conjuntura Editoriais

Bolívia: preparar a tomada do poder pela COB

A social-democracia e o stalinismo populista de Maduro, Kirchner, Ortega, López Obrador, o castro-chavismo em geral e seus seguidores pseudo-trotskistas em nível mundial, teimam em dizer que há um golpe de Estado na Bolívia. Essa política não faz outra coisa senão capitular ao pró-imperialista Evo Morales, uma das variantes da burguesia.


10.11.2019 - Conjuntura Editoriais

Sobre a insurreição na Bolívia

Evo tentou dar um golpe e se deu mal, desatando uma revolta social incontrolável. O exército e a polícia não reprimiram porque temeram lançar o país numa guerra civil. Evo caiu sem apoio. O evento comprova a completa falência da dita “esquerda” do continente, amarrada ao assassino Evo até o fim.


23.10.2019 - Conjuntura Editoriais

Relato: instabilidade na Bolívia após eleição

Bolivianos votaram contra Evo, para evitar a instauração de uma eventual ditadura burguesa. Mas são conscientes de que a oposição não mudará as condições de vida da maioria.


16.08.2019 - Conjuntura Editoriais

Balanço das eleições primárias argentinas

A eleição primária argentina tem grande importância para toda a AL. Não porque indica um “retorno da esquerda” ao poder. Cristina é a mesma coisa que Macri. Mas sim porque indica o fortalecimento dos oportunistas que controlam a classe operária fingindo ser de esquerda. Ou seja: indica que a esquerda revolucionária segue impotente no continente.