Transição Socialista

fora temer


03.07.2017 - Editoriais

Centrais sindicais traem paralisação de 30/06

Havia disposição de luta da classe trabalhadora para que a paralisação de 30/06 fosse forte, mas o dia infelizmente foi marcado pela grande traição das nossas maiores centrais sindicais: CUT, Força Sindical, UGT e CTB que boicotaram a paralisação nacional. Ainda assim, um setor importante da vanguarda da classe trabalhadora brasileira parou a produção e foi às ruas para lutar contra as reformas e o governo. A paralisação, embora pequena e localizada, foi importante por demonstrar, mesmo que em nível localizado, que é possível fazer mais do que as principais direções sindicais da classe trabalhadora estão fazendo.


26.06.2017 - Editoriais

Dia 30: parar tudo!

Nesta próxima sexta-feira, 30/06, teremos mais uma paralisação nacional da classe trabalhadora contra as bárbaras reformas capitalistas do governo de Michel Temer.


06.02.2017 - Editoriais

Sobre a “estabilidade” de Temer

Fatos políticos desta semana parecem demarcar um fortalecimento da burguesia na correlação de forças com a classe trabalhadora brasileira, mas na verdade representam um conjunto cada vez maior de contradições.


07.09.2016 - Editoriais

Não é hora de vacilar diante do lulismo!

Não é hora de falar que o impeachment foi “trocar seis por meia dúzia”; é hora de abrir espaço para o futuro, junto com as massas, sobretudo com a classe operária. Esse futuro se abrirá e é além do PT. Precisamos ter coragem e frieza pra olhar as coisas, e não nos deixar impressionar.


23.05.2016 - Editoriais

O ânimo das massas e o “Fora Temer”

O governo Temer será um governo de crise permanente. Veja-se o caso Jucá, homem forte do governo. Isso não significa que as massas queiram derrubar este governo já. Há um receio generalizado nas massas de piora rápida e acelerada da situação econômica em caso de ainda maior instabilidade. Por mais que não gostem de Temer, mostram as pesquisas que as massas preferem ou deixá-lo no lugar ou convocar novas eleições. As massas não estão de modo algum erguendo o “Fora Temer”. As exceções são os meios pequeno-burgueses, que até ontem apoiaram Dilma diretamente ou pela “neutralidade” esquerdista.


16.04.2016 - Editoriais

Impeachment sim!

Diante da votação do impeachment, é hora de falar, sem medo e em alto e bom som: Fora Dilma! E mais: é hora de preparar a verdadeira luta contra Temer, que mais cedo ou mais tarde virá com força redobrada. Temer: você é o próximo a cair!